31 de janeiro de 2015

Marchas 2015: Bar Eusébio 2015


"Bar Eusébio 2015"

Ai que rique bar que fui encontrar
Vou para o meu karaoke cantar e bailar

E eu até fique tonto
Fico sem reacção
O Eusébio a sambar
Agarrade ao varão

Ai ó linda
Chega cá
Vem mais eu
Dançar o funáná
Ai Eusébio
Tem cuidade
Olha a mãozinha
Na sejas malvade

Crioula... funáná!
Alimpós!

Ai que rico penteado que o piqueno tem... É demais
Passa a noite a fazer shots e aqui é que eu estou bem

Já fiz sinal ao branquinho pa passar o jajão
À Sabita larga o micro na sejas cagão

Sou artista
Na me canses
Queres o jajão
P'ándar no ressance
É Entrude
É Natal
Querias Páscoa
Mas é Carnaval

Crioula... funáná!
Alimpós!

Letra: André Carvoeiro
Arranjos Musicais: Márcio Silvério
Canta: João Sabita








Marchas 2015: Gramesindas 2015


"Gramesindas 2015 - Tá esgadelhada"


Tá esgadelhada
Tá toda esgadelhada
Tá esgadelhada
E não lhe digam nada

Tá esgadelhada
Tá toda esgadelhada
Tá esgadelhada
E a Zézinha está cerrada

Tranera linda
Coisa más impertante
Quem é aquele aziláde
Que vem ali cum trebante

Só se é monhé
Vem cum pucare de café
Papeseque com mantêga
A dançar chéréré

São Gramesindas
Ai são sim senhor
Vê um cicloine
Nem o tapete as safou

Letra: Sónia Vidinha "XOLA"
Arranjos Musicais: Nuno Abelha
Canta: Sónia Vidinha "XOLA"








Marchas 2015: Bastilhões 2015


"Bastilhões 2015 - Pirata Bastilhão"



O Bastilhão não usa pala e nem tem perna de pau
Mas é pirata nos dias de carnaval
O Bastilhão não usa pala e nem tem perna de pau
Mas é pirata nos dias de carnaval

Aí Pirata Bastilhão, c’a ganda espada!

Tenho um barco de papel
Com velas mastres e tude
Aqui, sou eu que mande
Tenho uma espada bem grande
Que faz coisas d’outre munde

Mê barquinho sobe e desce
Pá via d’ondulação
E assim vou-te levar
Ver estrelas a brilhar
Ficas sem respiração

Refrão

E depois quando anoitece
Olha que a’pquentação
O navio fantasma aparece
E dizes não me apetece
Sair desta embarcação

Já tô a desfalecer
Ui, Ui, Ui a enlouquecer
Ficas na minha memória
Carnaval com o Bastilhão
Podes crer é outra história

Pirata perna de pau
Eu sou Bastilhão
No meu carnaval!

Letra: Antonio Oliveira (Tato)
Musica e Canta: Guilherme Azevedo
Coro: Tiago Batalha








Marchas 2015: Trolitêres 2015


"Trolitêres 2015"


Nos Trolitêres
Aquilo que vão ouvir
Até dá vontade de rir
É um espetáculo!

Com presidente
Que faz trapaça acamada
Mas ele na manda nada
É um espetáculo!

E há Trolitêres
Que sofrem dos corações
Mas comem como leões
É um espetáculo!

Mas temos pena
Do Jorge dos Vales do Lime
Só come um galo sozinho
É um espetáculo!

Refrão

Nos Trolitêres
Semes todos uns santinhes
Tá a perrada acamada
Anda tud'á órrechada
No Entrude é só bêjinhes
Mas qualquer dia se na sóberem d'agente
Há de ser do má baril
Houve uma guerra cevil
Fomes prêses p'Álcoentre

É bom de ver
Não há nada que saber
É um prazer ser Trolitêr
É um espetáculo!

Temes de tude
Até pessoas bem finas
Mas têm línguas servinas
É um espetáculo!

É uma riqueza
Só queremos é boa mesa
Com cozido à Portuguesa
É um espetáculo!

Depois nas contas
Pa receber o dinhêr
É sempre o mesme tesourêr
É um espetáculo!

Letra: José Luís Faísca
Música e Canta: Mário João Estrelinha









30 de janeiro de 2015

Marchas 2015: Marcha do Paleke 2015 - Názarini


"Marcha do Paleke 2015 - Názarini"


Tou mortinho por chegar
Até pareço um BAMBINI
Mal aviste um xalabar
Mal aviste um xalabar
Ensaio-me a Názarini

Agora que já tou cá
Todo eu sou uma ânsia
Sai-me da frente há repá
Sai-me da frente há repá
Olha ai a cartimância

Tu vuo fa l´Názarini
Názarini Názarini
Ma si sono un BAMBINI
AH mê menini
AH mê menini
Olha ai
que vais fazer
Há tê BAMBINI
Há tê BAMBINI
Tu vuo fa l´Názarini
Názarini Názarini

Ñazarini!??

Até pa merrer é precise o 9ºane…

Letra: Edgar Ferreira
Música: Guilherme Azevedo
Canta: Tiago Batalha








Marchas 2015: Intermarche Pataias 2015


"Intermarche Pataias 2015"


No Intermarche existe a Dona Alice
E ela diz "liga a qualquer hora" (x2)

E se o bebé atão quer lête
Então o pai quer uma cervejola (x2)

Mas liga já (x3)
Agora se atendo
Eu cá sê cá sê (x2)

Mas quem será que me ligou
E que da cama me balreou
Mas quem será que me ligou
No mê do balhe o telefone tocou

Maldita a hora que o patrão não acordou
A b'jeca na saiu e uma praga lhe dou
Maldita a hora que o patrão não acordou
A b'jeca na saiu... só s'a teta secou

Mas liga já (x3)
Agora se atendo
Eu cá sê cá sê (x2)

Letra: Rute Bulhões
Música: Nuno Abelha
Canta: André Codinha







29 de janeiro de 2015

Marchas 2015: Sustos 2015


"Sustos 2015"


Os sustos na fazem nada.
C’as alzebêras vazias,
Não são menes ca ninguém
Não são menes ca ninguém.
Só querem é fotografias.

Pegam carrêras em sêque.
E na pagam a barquêre
Arrebentem com o Facebook
Prometem sem ter dinhêre.

Ai que Sustos inganadoires
Passeiam p’ toda a parte
Diz que tá o barco virade
Ma na larguem o retrate

E sa companha come no même prate,
Se levam o sofá e uma rua ó desbarate,
Tiras um retrate, tiras um retrate.
Se barres a rua, sem sair do arrebate,
Se pintas um muro e tapas um buraque,
Tiras um retrate, tiras um retrate.
E tiras um retrate e tiras um retrate.

Letra: À Mó dos Sustos
Música: Guilherme Azevedo
Canta: Hugo Piló
Coro: Miguel Ângelo








Marchas 2015: Os Gabirus 2015 feat Tó Malaia & Zé Puvide - Beef do Poção


"Os Gabirus feat Tó Malaia & Zé Puvide - Beef do Poção"


Gabirus é
Carnavalê
Pois é, pois é
Carnavalê
Festa é, festa é
Carnavalê
Gabirus é
Carnavalê

Carnaval é direta
Carnaval é na Naza
Carnaval é direta
Carnaval é na Naza
Carnaval é na Naza
Carnaval é na Naza
Carnaval é na Naza
Gabirus é qui manda

Chê
Gabirus chega no cubico
Bombas mais que as festas do Sitio
Entras e não pagas entrada
És DJ Bar-Man da esplana
Checa só o som que te expreme
Ponho-te da cor do Inem
No balhe cheiras a catinga
Já só vais com pau de Cabinda

Esse mambo é que manda
Já ninguem quer saber
Esse mambo é que manda
Gabirus auê
Esse mambo é que manda
Já ninguem quer saber
Esse mambo é que manda
Gabirus auê

Anda cá, que apanhas patada

No bar és o rei do balcão
Toda a noite com a mesma na mão
Danças não tiras o pé do chão
Larga o Kuduro, só queres é Jajão
Tás tipo Bernardina
Fim de Semana és fina
Xuxas de creatina
E bafo a gasolina

Letra: Os Gabirus
Música: Diro Zarro
Canta: Diro Zarro, Hugo Maranhão, João Fialho e Cristiano Meca








Marchas 2015: Mar-Alto 2015


"Mar-Alto 2015 - TAMES JUNTES"


Sou Mar-Altagem, Sou Mar-Altagem
Sou muito à frente, Sou muito à frente
Tou na corrente, Tou na corrente
Mar-Altamente!

Agente Semes Mar-Alte, Semes Semes
E semes muites, Semes Semes
Tás como queres, Tames Juntes
Temes Temes, Semes Mar-Alte!

Agora Bálha, Bálha, Bálha, Bálha
Bálha, Ó na dás conta do recáde!
À viva aí, aí, aí, aí, aí
Já tá tude avariade!

Agora Grita, Grita, Grita, Grita
Grita, Já na consegues parar!
E Puxa, Puxa, Puxa, Puxa, Puxa
Puxa, E leva tudo pu ar!

Letra: Maraltagem
Música: Nuno Abelha
Cantam: João Miguel, Pedro Lucas e Hugo Piló








28 de janeiro de 2015

Marchas 2015: Casino 2015 - Pompeu Guloso e Dário Arroz Doce - Balhames


"Pompeu Guloso e Dário Arroz Doce - Balhames (Versão Casino)"


Quando entro no Casino
Sofre o coração
Eu começo a dançar
Falta-me a respiração
(Só se és asmático)

O Casino fica louco
Leva-me p'lo ar
Façam lá o que fizerem
Só aqui eu quero estar

Casino óó (x4)
Isto é só guelmisses
Espegances, licótisses
Abraces e sorrises

Balhames (x4)
Aqui é diferente
Não há pai pá gente
É tudo a saltar

Tás à rasca da bacia
Vai-te queixar à tu tia
Vai para o Santa Maria
Casino é só alegria
Não aguentas mais (x2)
(Não aguento mais)

Tou à rasca da bacia
Vou-me queixar à nha tia
Vou pó Santa Maria
Casino é só alegria
Não aguento mais (x2)
(Não aguentas mais)

Quero estar contigo
Viver contigo
Espegar contigo
Balhar contigo
És a catedral
Tu na tens rival








Marchas 2015: Barbies 2015


"Barbies 2015"


Ficaste knock out no 1° round
Tas toda tonta já não sentes nada
Mas este ano tu és pugilista
Já chegou o carna AH BARBIE - já ganhaste a taça

Tas armada em lutadoria
O teu suor é só naftalina
Vens derriada tas toda negra
Na comes nada é só proteína

Foste apanhada no canal fox
Só pensas em boxe à cara lienda
Já rebentaste com os sumos detox
E no mê do ringue ficas possuída

REFRÃO

Ta ta ta ta ta ta perrada aqui
Ai orrexadas no me do balhe a Migue
Ai ken tadinhe! Esmurracado indiabrade
Só balhaste um bocadinho

Ta ta ta ta ta ta nipcia ai
Olha a festinha da nha luva a prime
E tu na vês que são as Barbies ah liende
DESPI o me robe, pexe-te do chão, ganda mata leao!

Letra: Barbies e Ricardo Menezes
Música: Ricardo Menezes e Paulão
Canta: Barbies Balboa








27 de janeiro de 2015

Passatempo Baile de Máscaras Mar-Alto 2015


Queres ir ao Baile de Máscaras do Mar-Alto, no próximo Sábado dia 31 de Janeiro?



O Blog Carnaval da Nazaré tem 2 bilhetes para oferecer. Para te habilitares a este passatempo o que tens de fazer é enviar-nos uma foto tua de Carnaval, juntamente com uma frase (não poemas!) original onde tenhas as seguintes palavras:

"Blog Carnaval da Nazaré"

"Mar-Alto"

"Tames Juntes"


Envia-nos a tua foto e frase para o nosso email (carnavalnazareblog@gmail.com) ou via Facebook (http://facebook.com/blogcarnavalnazare), juntamente com o teu email e Facebook de contacto. A tua foto e frase serão publicadas na nossa página de Facebook.

Tudo o que tens de fazer depois é chamar os teus amigos para fazer "Gosto" e partilhar (publicamente) a tua foto e frase.
Os vencedores serão os que tiverem mais gostos / partilhas, bem como a frase mais original, sob avaliação do Blog Carnaval da Nazaré.

Regras e Informações do Passatempo:

- As frases e imagens assim que enviadas para o email do Blog Carnaval da Nazaré (carnavalnazareblog@gmail.com) serão publicadas em conjunto no Facebook do Blog Carnaval da Nazaré, com o nome do respectivo participante (em nome individual).
- Prazo de envio de foto / frase é dia 29 de Janeiro de 2015 (quinta-feira) às 15h. As fotos / frases enviadas depois desta data serão desqualificadas.
- O passatempo termina sexta-feira, dia 30 de Janeiro de 2015 às 15h, logo quanto mais depressa participares, mais hipóteses tens de ganhar.
- As frases e imagens vencedoras serão escolhidas tendo por base a criatividade das mesmas, referência(s) ao Mar-Alto / Blog Carnaval da Nazaré e gostos e partilhas públicos obtidos na página do Facebook.
- Os vencedores serão anunciados na H2O FM, sexta-feira, 29 de Janeiro de 2015 às 21h no programa "Só Pó Rise" e posteriormente notificados por email.
- O Blog Carnaval da Nazaré reserva-se no direito de a qualquer momento alterar as regras deste passatempo, sem qualquer aviso prévio.
- Ao participar neste passatempo concorda com todas as regras descritas acima.






Marchas 2015: Mundo Vip 2015


"Mundo Vip 2015"


Mundo Vip é uma riqueza
Tudo aqui é só beleza
Com fates d'há quatre anes
Semes todas jêtesinhas
Temes todas mais gordinhas
É tude um vale d'enganes

E pa tarmes todas bem
Não enganêmes ninguém
Mundo Vip é uma loucura
E pa cabermes nos fates
Fizémes três arremates
Alargámes a costura

Estribilho

Cá vai a gente
Ca nossa banda infernal
Temes altas e baixinhas
Temes magras e gordinhas
Mundo Vip é Carnaval
Mas pó ano vai ser como deve ser
Vames trazer outro fato
Do tecido mais barato
Ninguém nos vai conhecer

Letra: José Luís Faísca
Música: Mário João Estrelinha
Canta: Nuno Estrelinha









Marchas 2015: Marcha do Quintal 2015


"Marcha do Quintal 2015"


Aqui no quintal na passemes feminha
Só enchêmes o cópe á nossa saúdinha
Álte basta xê é a nossa perdição
Agárra aí um cópe antes kagárres aqui ka mão

Refrão

Dá cá 20 eurós dá cá dá cá
Alevantá saia olhó rájá
Se fôr á pressa na ficas rouca
Tá xê de clótes a nha sorte é pouca

Fui ó dotor diogue medir a nha tensão
Kestô-me os ólhes da cara gastê a nha pensão
Largê barkes e rémes, fikô tude na mêma
Mas lá per kósa disse tamãe não há preblema

Fui pa entrar na onda mas já tava vendida
Espalhê-me ó compride ka kara toda em ferida
Aluguê beléia e lá fui eu pó ri
Kuande xeguê ó quintal parecia ó Ribéry

Letra: Pedro Fernandes e Sérgio Canosa
Arranjos Musicais: Guilherme Azevedo e Hugo Almeida
Cantam: Sílvio Salvador, Pedro Fernandes e Sílvio Escolástico


 







26 de janeiro de 2015

Mar-Alto 2015: Vai Já Tude Pa Paris explicada por Silvino Pais da Silva


O Mar-Alto recordou da melhor forma uma marcha antiga da Nazaré, o "Vai Já Tude Pa Paris" de Silvino Pais da Silva.

Hoje, este grande músico nazareno explica-nos como esta marcha surgiu, explicando detalhadamente a letra desta grande marcha que acabou por ficar na história do Carnaval da Nazaré.

Veja os vídeos, e saiba um pouco mais acerca dela:








25 de janeiro de 2015

Marchas 2015: Marcha Geral da Criança 2015 - O Carnaval Não Me Sai da Cabeça


"Marcha Geral da Criança 2015 - O Carnaval Não Me Sai da Cabeça"


Larguei Barcos e Remos
Só fiz as contas de menos
O ditado ficou esquecido
Não sei da minha bola
Colei os dedos com cola
Ando meio distraído

Quando a festa acabar
Prometo volto a estudar
Sou criança... ninguém esqueça
Mas agora quero sair
Para a rua e divertir
"O Carnaval não me sai da cabeça"

E bato as palmas
Visto a minha fantasia
Quero pular
Eu vou pular de alegria
Mostro o sorriso
Que enfeita meu coração
Sou pequenino
Mas um grande folião

Letra: António Lopes
Música: Nuno Abelha
Cantam: Vítor Maurício, Nuno Estrelinha e Rita Coelho







Marchas 2015: 7iks 2015


"7iks 2015"

Sou do 7iks e tu de qual és?
Quem é que manda aqui même com calos nos pés
Já fui emprastade passê de rés vés
À tonta da pikena que na via há mais d'um mês.

Aí é tão bom vir balhar
Como da 1ª vez
O seven tá à pinha
Da meia noite às seis

É só tambores e panelas
Grites e trambelhões
Xupas, pisadelas
Pikenas e anões

Fui parar ó mê do chão
A nha mini foi pu ar
Fiquê sem piruka
E com faltar de ar

Mestrê a nhãs sete saias
E tu aí cagão
Tá mar à pinoca
A chêgar ó balcão

Sou do 7iks e tu de qual és?
Quem é que manda aqui même com calos nos pés
Já fui emprastade passê de rés vés
À tonta da pikena que na via há mais d'um mês.

És do 7iks do mê coração
Na Sousa Olivêra
O balhe na têm paraçao
Já tá tude tonte
A balhar no balcão
Pikenas bem feitinhas
E eu aqui chê de te... Siiiiii!!

Letra e Canta: Paulo Copa
Arranjos Musicais: Márcio Silvério
Coro: Alexandra Coelho
Participação Especial: Faísca







24 de janeiro de 2015

Marchas 2015: Tip-Top 2015


"Tip-Top 2015"


Voltou ao Valade
O Tip-Top folião
Com muita folia
E sem paração

Veio tode animade
O Tip-Top brincalhão
A alegria da gente
E o Carnaval trapalhão

Carnaval no Valade
No Tip-Top a bombar
Ca trapassa do Entrude
Vames todes balhar

Refrão

Uma festa sem fim
No Tip-Top é assim
Com a loucura no ar
Eu e tu a balhar
É o karaoke a tecar
A malta toda a cantar
2015 vai animar

Letra e Canta: Alexandre Valério
Música: Nuno Abelha








Marchas 2015: Blekutes 2015


"Blekutes 2015"


Vesti-me no últime ponte
Nem te digue nem te conte
Eu táva uma impertante
O mê homem quando viu
Em sêque até ingliu
Á nina tu tás um espante

Chêga-te aqui à nha bêra
Só pareces uma estrangêra
Assim até m'apaixone
Á pá tu vai-t'amarar
Na me tejas a ingráxar
Dorme cu tê mal é sône

Estribilho

Aqui na fique
Tás tontinhe ou tás tó-tó
Tu na vês que eu sô chique
Eu sô um chiquêre só
E nas Blékutes
Móstre a perna e o decóte
E até o intrude acha
Qu'e sô última bolacha
Que há dentro do pacóte

Letra: António Lopes
Música: Nuno Abelha
Cantam: Vitor Mauricio e Sílvio Salvador









Marchas 2015: Pederneira 2015


"Pederneira 2015"

Andas prá i
Xê de tikes
Xê de contes e dites
Que nem dá p'acreditar

Tu vê lá
Se t'orientas
Olha que tu não m'auguentas
S’eu começo a variar

Andas prá i
Xê de toques
De berliques e berloques
O que mais vais inventar

Tu vê lá
Se perdes a azia
Ou vai p'outra freguesia
Que já na posso ouvir pregar

Refrão

Tás t'hablitar
Tás t'hablitar
Na Pedernêra
‘Inda te pônhe a bálhar

Tás t'hablitar
Tás t'hablitar
Na Pedernêra
Era à estrêa e a estrear

Letra: Eduardo Hespanhol
Música: Guilherme Azevedo
Canta: Danilo Mota









23 de janeiro de 2015

Marchas 2015: Marcha Geral 2015 - Largarem Barques e Remes


"Marcha Geral do Carnaval da Nazaré 2015 - Largarem Barques e Remes"


A Nazaré acordou
E logo abriu a janela
O Carnaval acenou
E não sai da porta dela

Deslimbida trapacêra
Lá vem de braços no ar
Gosta dele à su'manêra
E é com ele que quer ficar

Estribilho

Vê todá'gente pr’á rua
Já tão aí a chegar
Largarem Barques e Remes
Só p'ós ver a desfilar

E ali à frente do mar
Ele agarrou na mão dela
C'as saias a dar a dar
Toda têsa a bálhar
Diz que não há pai pr’a ela

Letra: João Veríssimo
Música: Mário João Estrelinha
Cantam: Guilherme Azevedo e Sílvio Salvador
Guitarra Portuguesa: Bruno Mira
Acordeão: Pykamilho